Shadow

Fãs de Taylor Swift processam Ticketmaster pela pré-venda da “The Eras Tour”

A “The Eras Tour” de Taylor Swift quebrou a Ticketmaster quando sua pré-venda foi lançada, tanto que a venda geral nem ocorreu. Agora, os Swifties desprezados estão processando a plataforma de venda de ingressos por sua suposta má administração da venda.

Como relata o TMZ, um grupo de fãs de Swift iniciou o processo no condado de Los Angeles, onde fica a empresa-mãe da Ticketmaster, a Live Nation. Alegando fraude, fixação de preços e violações antitruste, o processo acusa a Ticketmaster de, na melhor das hipóteses, estar mal preparada para a demanda que “The Eras Tour” estimularia e, na pior das hipóteses, “engano intencional”. Por exemplo, representantes da empresa disseram que planejaram apenas 1,5 milhão de fãs para comprar ingressos durante a pré-venda de 15 de novembro, com uma lista de espera projetada para mais dois milhões de compradores em potencial. Em vez disso, 14 milhões de pessoas tentaram reservar assentos.

De acordo com os queixosos, a Ticketmaster deveria enviar os códigos de pré-venda “Verified Fan” em 14 de novembro, um dia antes do início da pré-venda. No entanto, os fãs alegam que não receberam esses códigos, abrindo as portas para bots e cambistas comprarem e revenderem os ingressos. O lado mais insidioso do processo implica que a Ticketmaster pretendia que os cambistas fizessem exatamente isso, abrindo a porta para a empresa cobrar taxas adicionais sempre que os ingressos entrassem em novas mãos.

Os demandantes esperam recuperar os “ganhos ilícitos” acumulados pela Ticketmaster na pré-venda, diz o TMZ. Além disso, eles pretendem aplicar à empresa uma multa civil de US$ 2.500 para cada violação antitruste.

Swift, por sua vez, emitiu uma declaração própria após a pré-venda. “É realmente incrível que 2,4 milhões de pessoas tenham conseguido ingressos, mas realmente me irrita que muitos deles sintam que passaram por vários ataques de urso para obtê-los”, disse ela.

O antitruste do Senado dos EUA também anunciou planos para realizar audiências sobre a falta de concorrência nas indústrias de música ao vivo e bilheteria. A Ticketmaster e a Live Nation se fundiram em 2010, e estima-se que juntas controlem cerca de 70% do mercado. A empresa estava enfrentando uma investigação do Departamento de Justiça antes mesmo da pré-venda da turnê de Swift e, desde então, o procurador-geral do Tennessee também anunciou uma investigação antitruste.

Leave a Reply

Your email address will not be published.